quarta-feira, 15 de outubro de 2008

CONTA E TEMPO

[ Mais uma página sobre o TEMPO...
Porque ele é empréstimo de Deus e requer boa aplicação. ]
Fonte da imagem: www.gallery.photo.net

Deus pede estrita conta de meu tempo
e eu vou, de meu tempo, dar-lhe conta;
mas, como dar, sem tempo, tanta conta,
eu que gastei, sem conta, tanto tempo?

Para dar minha conta feita a tempo,
o tempo me foi dado e não fiz conta;
não quis, sobrando tempo, fazer conta,
hoje quero acertar conta e não há tempo.

Oh! vós que tendes tempo sem ter conta,
não gasteis o vosso tempo em passatempo,
cuidai, enquanto é tempo, em vossa conta.

Pois aqueles que, sem conta, gastam tempo,
quando o tempo chegar de prestar conta,
chorarão, como eu, o não ter tempo.

LAURINDO RABELO

2 comentários:

Irmão Sol, Irmã Lua disse...

Sim, “Sorella”!
Há muito que pensarmos e nos preocuparmos com o tempo.
Gosto muito deste poema, acho-o belo e importante.
Um beijo de carinho,
Benja.

P.S. Seu irmãozinho (apesar dos muitos defeitos) estará sempre com tempo pra ouvi-la e com o coração a recebê-la. Pois, “as mais belas horas da vida são as que empregamos em amar os amigos, enriquecendo-lhes as satisfações íntimas” (Jesus).
Recebeu a foto?

..::Melissa::.. disse...

Que reservemos sempre tempo para Deus, nosso Pai!

Bjs

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...